Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho alerta para urgência de prevenção. A ERPLAN se importa!

Dia mundial em Memória das Vitimas de Acidentes de Trabalho

A chegada do mês de abril é um marco anual no segmento da Saúde e Segurança do Trabalho. Isso porque é durante o Abril Verde que ONGs, empresas e a sociedade como um todo se voltam à reflexão sobre acidentes de trabalho e suas vítimas, sejam elas fatais, com incapacitação temporária ou permanente. Em 28 de abril, dedica-se um dia em memória daqueles que se acidentaram e perderam as suas vidas no ambiente de trabalho. E a ERPLAN se importa.

O dia 28 de Abril não foi escolhido ao acaso. Há 49 anos, 78 trabalhadores de uma mina operante no estado de Virgínia, nos Estados Unidos, morreram por causa de um único acidente de trabalho. Em 2003, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu a data como Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho; e o Brasil também oficializou a data em 2005, com a Lei Nº 11.121.

Desde então, entretanto, os números relativos a acidentes de trabalho no Brasil e no mundo não regrediram conforme o esperado. Por aqui, estes são os dados relativos ao quinquênio 2012-2017:

  • 14,1 mil brasileiros morreram;
  • 3,8 milhões de acidentes de trabalho foram informados via CAT;
  • R$ 28,2 bilhões foram pagos pelo INSS aos afastados ou pensionistas por morte.

Sabendo dos números alarmantes em relação aos acidentes de trabalho no Brasil, ONGs, poder público e sociedade civil se mobilizam cada vez mais para fomentar o combate à negligência e incentivar a estruturação de estratégias de prevenção ou diminuição de riscos. Confira agora algumas dicas e técnicas de gestão que podem te auxiliar a diminuir a incidência de acidentes e, consequentemente, mortes ou incapacitações.

  • Observatório Digital

Na última semana, fizemos um guia sobre o Observatório Digital da Saúde e Segurança do Trabalho. A iniciativa é uma parceria entre o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (IOT), e consiste em uma plataforma digital que compila dados referentes a Acidentes de Trabalho ou afastamentos pelo INSS a partir de diversos bancos de dado nacionais. É possível filtrar dados por tipo de lesão, dias perdidos de trabalho, mortes acidentárias, localização dos acidentes, ramos envolvidos nos acidentes e perfil das vítimas.

  • Registro de Fornecimento de EPI – NR06

O Equipamento de Proteção Individual (EPI) é um termo muito conhecido no meio corporativo, mas também é uma prática muitas vezes negligenciada. A Norma Regulamentadora 06 determina que o empregador deva fornecer e registrar o fornecimento de EPI a seus funcionários a fim de se evitar acidentes e se comprovar a segurança ao longo da jornada de trabalho. Confira as exigências da NR06.

  • Inspeção de Segurança

Muitos dos perigos no ambiente de trabalho passam despercebidos por trabalhadores ou pela equipe responsável pela Segurança do Trabalho. É mais fácil identifica-los a partir de Inspeção de Segurança periódica, também conhecidas como Checklist. Saiba mais em nosso artigo.

  • Mapeamento de perigos e riscos

Durante a inspeção citada acima, perigos e riscos vão aparecer. Entretanto, nem sempre será possível diferenciá-los e, assim, agir de maneira ativa para que não se convertam em acidentes. Confira o conceito de Mapeamento de perigos e riscos aqui.

  • Pirâmide de Desvios e Diagrama de Pareto

O perfil dos acidentes de trabalho evoluiu ao longo dos anos devido às mudanças nas linhas de produção, fábricas e escritórios ao redor do mundo. Em variados contextos, a busca por encontrar um padrão para acidentes ou mortes e relacioná-los às suas causas foi uma constante. Assim, surgiram Pirâmides de Desvios que ajudam a identificar fatores de risco e estabelecer padrões numéricos que auxiliam na elaboração de estratégias de gestão. Saiba mais aqui.

Não somente durante o Abril Verde a ERPLAN está atenta à Saúde e Segurança do Trabalho. Conte com nosso apoio integral para desenvolver estratégias de gestão, aplicar o uso de ferramentas ou ainda identificar quais são as necessidades de seu empreendimento para se tornar um lugar mais seguro para se trabalhar.