Realidade virtual é alternativa inovadora para treinamentos

Realidade virtual: Inovação em Treinamentos de SST

A tecnologia tem sido cada vez mais utilizada como ferramenta de Saúde e Segurança do Trabalho (SST). Sistemas de Gestão Integrada (SGI) concentram dados utilizados para tomada de decisão, promovem integração entre setores e auxiliam na prevenção de acidentes, enquanto sensores e robôs são empregados na Indústria 4.0 e automatizam processos perigosos antes operados por humanos. A novidade da vez é a utilização de realidade virtual (“VR” na sigla em inglês) para treinamentos.

Mas o que é realidade virtual?

Toda tecnologia computacional que recria um universo digital com recursos variados – áudio, vídeo e até ferramentas reais – pode ser chamada de realidade virtual. A partir da imersão do usuário neste novo universo em 360°, é como se a pessoa se transportasse a outro local, a partir do uso de óculos e capacetes com telas de realidade virtual.

Aproximando a tecnologia ao contexto de SST, é possível treinar funcionários em ambientes críticos recriados por computação. Uma equipe especializada em Trabalhos em Altura, por exemplo, pode passar por um treinamento completo sem precisar se expor aos riscos reais de se estar em uma plataforma alta ou ter que assistir a duas horas de palestras.

A realidade virtual como instrumento de SST

Um dos principais fatores que influenciam na diminuição de acidentes de trabalho é mão de obra qualificada. Para isso, é fundamental que as pessoas que trabalham em ambientes com riscos e perigos recebam treinamentos para aprimorar suas qualidades e corrigir falhas de comportamento ou procedimento. É aí que entra em cena a realidade virtual.

Se até hoje é comum que se use apresentações com slides ou palestras longas como estratégias de treinamento, é possível que isso fique no passado em breve. Afinal, treinamentos imersivos que utilizam a realidade virtual estimulam o aprendizado dos funcionários de maneira dinâmica, aumentando o nível de envolvimento e concentração dos treinandos a partir do uso de atividades práticas.

O RV possibilita a recriação dos mais variados ambientes de trabalho. Assim, é possível simular um dia normal para que o colaborador identifique riscos em uma mina, um dia em que um acidente está prestes a ocorrer em uma barragem ou ainda uma situação de emergência que exige o cumprimento de algum protocolo específico durante incêndios.


Ao se expor previamente a esses contextos recriados quase perfeitamente por computadores, o trabalhador saberá como agir quando estiver de fato em uma situação de risco e precisar tomar uma decisão que pode salvar vidas.

Confira algumas simulações:


Os benefícios do treinamento por realidade virtual

As aplicações de realidade virtual em treinamentos são variadas: capacitação para manutenções, operações de maquinário, espaço confinado, ponte rolante e todo tipo de atividade na indústria ou no campo. Mas quais são os benefícios reais de se adotar esse método de treinamento?

  • Aumento da eficiência dos treinamentos

É mais eficiente ler sobre procedimentos adotados em incêndios ou vivenciar na prática como se portar durante um incêndio e validar sua capacidade de atuar em uma situação de risco? Treinamentos possibilitam que o treinando teste seus conhecimentos de maneira prática, tomando decisões e conhecendo suas repercussões.

  • Risco zero

A imersão promovida pela realidade virtual permite ao trabalhador ter contato com equipamentos e comportamentos padrão para situações de emergência sem vivenciar o risco real. Assim, quando operar de fato uma máquina ou EPI, o trabalhador já saberá a maneira correta de agir.

  • Coleta de dados

Há sistemas de realidade virtual que avaliam o desempenho dos treinandos. Ou seja, após a realização do treinamento, o funcionário recebe um relatório indicando seus certos e erros e, sempre que refizer o procedimento, será possível avaliar a evolução de seu conhecimento e comportamento.

Sim, está é uma prática legal!

A NR-20 regulamenta as diretrizes e requisitos para Ensino à Distância ou semipresencial. Cita-se o “Ambiente Virtual de Aprendizagem” como uma “sala de aula acessada via web”. Portanto, sinta-se seguro para adotar essa prática em sua empresa, elevar os índices de segurança e diminuir acidentes causados por desvios de comportamento com a realidade virtual.