Segurança e Saúde na Indústria: SESI disponibiliza Guia de Medidas Preventivas ao COVID-19

Photo by Adrian Deweerdt on Unsplash
Homem na fábrica com equipamento de proteção

Pensando na imensa participação da indústria no enfrentamento da pandemia de COVID-19, através da produção de medicamentos e equipamentos de saúde, além de todos os demais produtos indispensáveis a população, O SESI – Serviço Social da Indústria, de São Paulo, elaborou um guia com recomendações que podem ser adotadas na rotina da operação no ambiente de trabalho, em home office e em situações de isolamento com caso de contaminação confirmada.

O Guia de Medidas Preventivas ao COVID-19 para as Indústrias está sendo disponibilizado gratuitamente para download e você pode baixá-lo clicando aqui.

Neste guia, você encontrará informações sobre as medidas preventivas para reduzir a transmissibilidade da doença, com estratégias adotadas pelo país, sendo elas:

  • Redução do contato social;
  • Prevenção individual com a prática de higienização das mãos, objetos e superfícies;
  • Isolamento domiciliar de pessoas com sintomas de gripe;
  • Uso de máscara cirúrgica para profissionais de saúde ou suspeitos de infecção e de máscara caseira para o público em geral.

Há informações detalhadas sobre máscaras de tecido, utilizadas pelo público em geral, quanto ao material recomendado para sua confecção caseira, sua utilização e higienização.

É possível também entender um pouco sobre os sintomas que podem caracterizar um caso como suspeito, o modo de transmissão, período de incubação e o que fazer com o indivíduo sintomático, quanto a necessidade de isolá-lo, bem como a outros que tiveram um contato próximo e prolongado com ele.

Com informações mais específicas para a indústria, o guia traz orientações para criar um plano de contingenciamento da empresa, adaptadas de dois documentos norte-americanos. Esse plano é dividido em cinco passos, que são detalhados no guia.

  1. Estabelecer medidas de prevenção no ambiente de trabalho, destinadas a todos os trabalhadores.
  2. Desenvolver política e procedimentos internos para identificação e isolamento de pessoas doentes.
  3. Desenvolver, implementar e comunicar proteções e flexibilidades do ambiente de trabalho.
  4. Implementar medidas de controle de engenharia de segurança, administrativas, de segurança no trabalho e EPI.
  5. Definir recomendações de acordo com as condições individuais, a exposição a riscos e a urgência do trabalho.

Apesar de até o momento ainda não haver uma vacina para o Covid-19, o guia já se antecipa com recomendações para a realização de campanhas de vacinação, quanto ao atendimento, estrutura física, condutas em caso de formação de filas, desinfecção do local da campanha, equipamentos de proteção individual, terceirização do serviço, legislação brasileira e recomendações da OMS.

Por fim, este material desenvolvido pelo SESI-SP, aborda os testes diagnósticos para Covid-19, com informações detalhadas sobre os tipos de testes existentes, o local de análise e o tempo de resultado. Além disso, inclui como adquirir os testes rápidos e todo o protocolo técnico de testagem, desde a definição de grupos prioritários e procedimentos operacionais, até o descarte de materiais.